Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Globo apanha para fazer jornal ao 'ar livre'

Da coluna do Daniel Castro, na Folha Online

A Globo está enfrentando dificuldades técnicas para levar ao ar dois telejornais que serão apresentados em um estúdio de vidro, construído no alto do novo edifício da emissora, na zona sul de São Paulo, e que tem a marginal Pinheiros ao fundo.

A estréia do estúdio, novo cenário dos dois "SP TV", já foi adiada duas vezes e pode ser transferida novamente. Inicialmente, a inauguração seria em 1º de abril, junto com a nova programação. Depois, foi agendada para este sábado, aniversário da Globo. Agora, está marcada para a próxima segunda-feira, mas jornalistas já foram alertados que a estréia poderá ser adiada para o dia 5 de maio.

Os principais problemas são com a iluminação e com os reflexos de imagens nas paredes de vidro. Como o estúdio é transparente, a iluminação interna tem de ser afinada com a externa. E como os jornais vão ao ar em diferentes horários, os ajustes têm de ser feitos caso a caso e durante as exibições (uma nuvem passageira tapando o sol, por exemplo, exige reajustes imediatos na luz).

Os testes têm apresentado resultados insatisfatórios até agora, principalmente no "SP TV" das 12h. A luz forte do meio-dia interfere na aparência dos apresentadores, cujas falhas na pele ficam ainda mais evidentes, mesmo porque estão sendo usadas câmeras de alta definição. A jornalista Carla Vilhena é a mais insatisfeita. Nos estúdios atuais e na tecnologia convencional, a Globo se serve de um tratamento de câmera que rejuvenesce os apresentadores em até dez anos.

Matéria editada pelo RA.

Marcadores: , , ,

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home