Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quinta-feira, 15 de maio de 2008

'Amazônia não deve ser só para brasileiros'

Um editorial do jornal britânico The Independent - publicado por ocasião da saída de Marina Silva do Ministério do Meio Ambiente - defende a tese de que a Amazônia deveria ser uma preocupação mundial.

"É fácil para as nações ricas condenar uma economia emergente que sucumbe às pressões comerciais e abandona o meio ambiente. Mas este não é o problema de apenas um país. As mudanças climáticas são o maior fracasso do mercado já visto no mundo; aqueles que poluem, geralmente, não são os que pagam. A Amazônia é um recurso precioso para o mundo todo e pelo qual nós todos devemos assumir responsabilidade", afirma o editorial.

O "Independent" ainda cita um relatório encomendado pelo governo do Reino Unido, o Sterns Report, que recomenda o fim do desmatamento como a melhor e mais barata forma de combater o aquecimento global - e que não exige sequer inovações tecnológicas.

Essa iniciativa consumiria "apenas a vontade política e cerca de US$ 80 bilhões, uma conta relativamente baixa se for paga por todo o mundo", afirma o jornal.

"O relatório Stern identificou onde o dinheiro deveria ser gasto: esclarecer os direitos de propriedade sobre florestas, fortalecer o cumprimento da lei e pagar, a partir de fundos públicos, para conter a atração do dinheiro de interesses já fixados", diz o "Independent".

"O Brasil não vai pagar", diz o jornal. "E por que deveria pagar por algo que vai beneficiar todo o mundo?"

O editorial conclui dizendo que "chegar a um acordo internacional viável é o desafio para o próximo Kyoto. Mas uma coisa é clara. Esta parte do Brasil é muito importante para deixar para os brasileiros. Se perdermos as florestas, perdemos a luta contra o aquecimento global."

Publicado na BBC Brasil e editado pelo RA.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home