Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

domingo, 28 de janeiro de 2007

'Manda Bala' no Brasil

Publicado no UOL Notícias

Um documentário americano sobre corrupção e seqüestro no Brasil ganhou, ontem, o prêmio do júri de melhor documentário no Festival de Cinema Sundance, em Utah, nos Estados Unidos.

O filme - dirigido pelo cineasta Jason Kohn - acompanha "um político que usa uma fazenda de rãs para roubar bilhões de dólares, um milionário que investe uma pequena fortuna para blindar seus carros e um cirurgião plástico que reconstrói as orelhas de vítimas de seqüestro mutiladas", diz o comunicado do Sundance que traz a lista de vencedores.

De acordo com o jornal americano Los Angeles Times, o documentário Manda Bala se foca em "como os ricos ficam mais ricos e os pobres tentam se safar fazendo seqüestros e outros crimes". O filme rendeu o prêmio de melhor fotografia para a cineasta paranaense Heloísa Passos.

Realizado todos os anos no mês de janeiro, o Festival de Sundance é tradicionalmente uma vitrine para o cinema independente americano, organizado pela Fundação Sundance, criada pelo ator Robert Redford em 1981.

Pesquisa do RA: O site oficial do Sundance Festival inicia a sinopse sobre o documentário Manda Bala (Send a Bullet) com a seguinte frase: "No Brasil, conhecido como um dos mais violentos e corruptos países do mundo"... No site da CNN, o comentarista ressalta: "The film opens by saying it cannot be shown in Brazil" (O filme abre dizendo que não pode ser exibido no Brasil). Já o Guia de Filmes (All Movie Guide), do jornal The New York Times, começa assim a sua resenha: "Brazil is a nation where political and economic corruption and violent crime are a way of life for many"... (O Brasil é uma nação onde corrupção política e econômica e crime violento são um meio de vida para muitos).

Pitaco do RA: Numa feliz (ou infeliz?) coincidência, a premiação e os comentários sobre "Manda Bala" saíram no mesmo fim de semana em que a principal revista brasileira publica uma matéria de capa sobre o que os brasileiros pensam dos seus políticos - "desonestos, insensíveis, mentirosos" - e, também, que um dos principais jornais do país mostra as tramóias dos deputados federais para justificar os seus "gastos extras", que ultrapassaram 81 milhões de reais em 2006. Por essas e por outras (muitas outras!), como contestar o que falam de nós lá fora? Infelizmente, os gringos estão mais do que certos!

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home