Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sábado, 11 de outubro de 2008

Um novo estilo

Crônica de Nelson Motta (via e-mail)

Gabeira já deu o tom da campanha no segundo turno. Chamou seu adversário de amigo, de capaz, enérgico e dedicado. Parece o fim da era dos insultos (à inteligência do eleitor) nos palanques cariocas, nas longas trevas do brizolismo e do garotismo. Vamos comemorar: para quem já teve que "escolher" entre Rosinha x Benedita, é um grande avanço. Finalmente teremos uma campanha limpa, civilizada e propositiva, e certamente ultra-competitiva, com os candidatos oferecendo suas propostas para a cidade, sua história pessoal e seu jeito de ser.

Como muitos dos diagnósticos e soluções para os problemas do Rio são convergentes, porque óbvios, e como os dois candidatos são considerados honestos, competentes e dinâmicos, certamente o eleitor escolherá o estilo, a maneira de ser, da pessoa encarnada no candidato. Foi o que fez a diferença no primeiro turno, na arrancada final de Gabeira. O eleitorado escolheu um estilo de fazer política que se mostrou não só nas propostas administrativas, como na própria forma da campanha. E o eleitor está acreditando que isto continuará na composição do governo e na forma de governar. E que pode até dar certo assim!

A essas alturas, nesta cidade agitada, fofoqueira, que adora novidades, os programas de governo serão secundários diante da forma com que serão aplicados. Uma questão de estilo.

Mas se a coisa apertar, restará ao Gabeira usar todos os meios necessários - inclusive como retribuição por ter participado do seqüestro ao embaixador americano para libertá-lo - para conseguir uma declaração de apoio do Zé Dirceu ao Eduardo Paes. Quando o comissário abençoou Jandira, ela caiu de 14% para 9%. E quando disse que, entre Gabeira e Crivella, ele e "a esquerda" ficariam com o ex-bispo, o cara desabou e nem chegou ao segundo turno. Com o apoio do Zé – ao adversário – é correr para o abraço.

Gabeira na cabeça e no coração!

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home