Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

terça-feira, 25 de maio de 2010

Hoje é o Dia da Liberdade de Impostos

Da Época Online

Nesta terça-feira, 25 de maio, seis cidades brasileiras realizam o Dia da Liberdade de Impostos. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Vitória, a gasolina será vendida em postos de gasolina selecionados por cerca da metade do preço.

Em São Paulo, a venda de gasolina será no Posto Ipiranga da avenida Sumaré, esquina com a rua Dr. Franco da Rocha. Em vez dos R$ 2,39 por litro normalmente cobrados, os consumidores pagarão R$ 1,18 por litro, que é quanto a gasolina custaria se não incidissem tributos como a CIDE, PIS, Cofins e ICMS. As vendas, que começam às 10 horas, serão limitadas a 30 litros de gasolina por veículo.

Em Porto Alegre, a ação acontece no Posto Firense (Rua Santana, 345), em sua sexta edição. O consumidor pagará R$ 1,25 por litro de gasolina. A partir das 8 horas, o posto distribuirá senhas para compra do combustível e o abastecimento ocorrerá a partir das 10h até esgotar o volume de gasolina da campanha: 5 mil litros, com um limite de 20 litros por veículo.

Em Belo Horizonte, a campanha é realizada pela quarta vez e acontecerá no Posto Albatroz, na Avenida Afonso Pena, esquina com Avenida Brasil, na Praça Tiradentes, a partir das 9 horas. Neste dia, a população poderá adquirir gasolina a R$ 1,36 por litro, com desconto de 43% dos tributos incidentes no produto.

No Rio de Janeiro, já houve uma ação no sábado (22) para chamar a atenção para a campanha. Mais de 250 motoristas abasteceram o carro em um posto de Botafogo. Eles pagaram R$ 1,18 pelo litro da gasolina comum. Quem fez as vezes de frentista foi o humorista Marcelo Madureira, integrante do "Casseta & Planeta". O combustível chega a custar R$ 2,80 na zona Sul do Rio.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, Roberto Alfeu, o objetivo do Dia da Liberdade de Impostos é conscientizar a população sobre a grande carga de impostos que incide, direta e indiretamente, sobre sua renda. "O Brasil possui uma das mais altas cargas tributárias do mundo. Há 18 anos, os tributos significavam 23% do PIB. Hoje são mais de 40%", afirmou Alfeu. "O Brasil tem impostos de primeiro mundo e condição social de país atrasado", disse.

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), só para quitar os tributos (impostos, taxas e contribuições) com o governo, o brasileiro trabalha 148 dias (de 1º de janeiro a 28 de maio) ou 4 meses e 28 dias. Nos Estados Unidos, são 102 dias trabalhados para quitar os impostos. Na Argentina, 97; no Chile, 92 e no México, 91 dias por ano.

De acordo com pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), brasileiros que recebem até dois salários mínimos gastam a metade (aproximadamente 54%) do seu salário somente para pagar impostos.


Matéria editada pelo RA.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home