Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Bolívia não terá mais Coca-Cola e McDonald's


Em La Paz, outdoor anuncia um refrigerante típico à base de cola (foto feita em 1988)

Do Opera Mundi

Como resultado da oposição de Evo Morales ao que seu governo chama de imposições gastronômicas norte-americanas, McDonald’s e Coca-Cola encerrarão todas as suas atividades na Bolívia até o final deste ano.

Se, de um lado, a rede de fast foods McDonald’s anunciou sua falência após "14 anos de tentativas infrutíferas de se instalar na cultura local", de outro, a Coca-Cola foi formalmente expulsa do território e terá até o próximo dia 21 de dezembro para encerrar totalmente sua operação.

De acordo com o ministro das Relações Exteriores da Bolívia, David Choquehuanca, a decisão "estará em sintonia com o fim do calendário maia e fará parte das celebrações do fim do capitalismo e do início da cultura da vida".

Além de critérios culturais, o governo também recorreu a questões de saúde pública, alegando que a Coca Cola, bem como a maioria dos refrigerantes industrializados, contém diversas substâncias capazes de gerar infartos e câncer.

Com a falência dos oito restaurantes que existiam no país, a Bolivia se tornará a segunda nação latino-americana a não possuir unidades do McDonald's. O primeiro país a extinguir a maior rede de fast-foods do mundo no continente foi Cuba.

Pitaco do RA: Se a não-influência americana nos costumes cubanos é imposta, na Bolívia ela é natural, graças ao grande número de habitantes descendentes diretos dos índios Quíchuas, fundadores do Império Inca. Mesmo colonizado pelos espanhóis, o país manteve muitas de suas tradições intactas, o que explica o fracasso e a inédita retirada da rede McDonald's.

Editado e publicado no Resende Afora.

Share

3 Comments:

At 1/8/12 16:48, Anonymous andre said...

"estará em sintonia com o fim do calendário maia e fará parte das celebrações do fim do capitalismo e do início da cultura da vida"

Essa frase entra no rol das coisas mais estúpidas que vi na minha vida.

 
At 1/8/12 16:52, Anonymous Weber said...

Provavelmente haverá brasileiro da fronteira traficando coca-cola para a Bolívia. Só que, em vez de levar o refrigerante puro, adicionará um pouco de dolly ou schin no produto para um valor agregado maior.

E como o governo da Bolívia lidará com as mulas de Mac Lanche Feliz?

 
At 2/8/12 09:49, Anonymous andre said...

Vai ficar uma situação interessante. Bolivianos traficando Coca pra cá, e brasileiros traficando Coca (cola) pra lá...

 

Postar um comentário

<< Home