Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sábado, 27 de abril de 2013

Capa de sábado




Um fenômeno está transformando radicalmente as cidades de Resende e Porto Real, na região divisória entre Rio e São Paulo: ambas se tornaram pulsantes centros industriais que deverão receber uma injeção de aproximadamente 7 bilhões de reais até 2015, com a criação de pelo menos 5.000 empregos.

Polos automobilísticos do estado, elas são uma espécie de versão fluminense de Detroit, a capital americana do automóvel. Ali se concentram as fábricas das quatro grandes montadoras, e todas, sem exceção, seguem uma agressiva agenda de investimentos.

Pioneira na região, a Volkswagen Caminhões, recentemente adquirida pela MAN Latin America, aplicará 1 bilhão de reais na duplicação de sua produção anual de 70.000 veículos. A francesa PSA Peugeot Citroën gastará outros 3,7 bilhões para ampliar suas linhas de montagem.

Inaugurada na semana passada, a fábrica de retroescavadeiras da sul-coreana Hyundai custou 408 milhões de reais e vai gerar 1.000 postos de trabalho. A japonesa Nissan tem destinado 2,6 bilhões para a construção de um gigantesco parque industrial que entrará em operação em 2014 e produzirá 200.000 carros por ano, empregando 2.000 pessoas.

"Ficamos surpresos com a procura de engenheiros e pesquisadores do Rio, de Belo Horizonte e São Paulo interessados em trabalhar lá", diz François Dossa, presidente da montadora no Brasil.

Para ler a matéria completa, entre aqui.

Editado e publicado no Resende Afora.

Share

3 Comments:

At 30/4/13 07:56, Anonymous Anônimo said...

Bom dia! Você tem fotos da obra da Nissan e do hotel Ibis Supreme Resende? Obrigado.

 
At 1/5/13 03:09, Blogger Otacílio Rodrigues said...

Bom dia! Da Nissan, tenho algumas fotos do início da obra, que já foram postadas aqui no RA. Quanto ao Ibis Supreme, parece que nem foi iniciado...

 
At 2/5/13 09:47, Anonymous Anônimo said...

bom dia, a todos. Gostei muito da matéria. Alguém sabe se o Pátiomix vai ter ampliação, Hiper Extra ou C&C? Na época da inauguração ouvia-se falar disso.

 

Postar um comentário

<< Home