Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

domingo, 24 de julho de 2005

O trágico destino de um brasileiro na Inglaterra

"Não vou comentar em detalhes o que ocorreu na estação de metrô, mas tenho a dizer que os policiais envolvidos - homens muito corajosos que estão agindo em nome dos cidadãos londrinos - estavam perseguindo um homem que deu a eles fortes motivos para acreditar que estava envolvido em terrorismo." - Jack Straw (Ministro das Relações Exteriores da Grã-Bretanha).

"Foi uma tragédia para Menezes e sua família, e eu lamento profundamente o ocorrido. Mas creio que a polícia está fazendo o melhor, sob as mais impressionantes condições, para fazer julgamentos difíceis e nos proteger. Por isso, eu os parabenizo." - Charles Clarke (Ministro da Justiça britânico).

"Meu primo estava indo para o trabalho e eles disseram que ele teve uma atitude terrorista. Aqui é uma correria daquelas. Às vezes, você corre para pegar o metrô porque, se perder e estiver em cima da hora, só vai pegar outro dali três, quatro, dez minutos. Então ele foi baleado na cabeça, quando estava de costas. Foi uma estupidez muito grande, não tem como explicar" - Vivian Menezes, 21 anos, que morava na mesma residência que o primo Jean Charles em Londres.

Trechos retirados de matérias publicadas na Folha Online, nos dias 23 e 24 de julho. Fotos da Agência Reuters.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home