Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sábado, 21 de janeiro de 2006

EUA pressionam Google

Do jornal O Estado de São Paulo

O Google, maior site de buscas do mundo, recusa-se a entregar ao governo dos EUA o histórico de consultas de seus usuários. Em busca de indícios de pornografia infantil, o procurador-geral pede à Justiça que force a empresa a ceder. O Yahoo cumpriu intimação semelhante.

O Google, no entanto, se recusou a obedecer ao Departamento de Justiça dos EUA quanto a entregar informações sobre o que as pessoas procuram na internet. O governo norte-americano quer que a empresa forneça uma amostra de todas as buscas realizadas pelo período de uma semana. O objetivo é identificar pessoas suspeitas de pedofilia online, seguindo uma lei de proteção à criança aprovada pela Suprema Corte no ano passado e que visa combater a pornografia infantil.

A polêmica medida levantou questões sobre a privacidade, pois o governo dos EUA poderia saber os hábitos de consulta de milhões de pessoas. O medo do Google é que essa medida leve a uma fuga de usuários. O Yahoo, segundo mecanismo de busca mais usado na Web, teria fornecido informações "com restrições", não fornecendo dados pessoais de usuários. Em sua defesa, porta-vozes do Google afirmaram que a empresa está disposta a auxiliar o governo norte-americano e que existem formas de fazer isso sem prejudicar seus usuários.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home