Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

domingo, 21 de junho de 2009

Blog do Saramago vira livro


'O blog vai iluminando o caminho do seu autor. É essa a sua virtude.'

Os textos que o Prêmio Nobel de Literatura José Saramago escreve quase diariamente em seu blog - um dos Favoritos do RA - foram reunidos no livro "O caderno", que será lançado na próxima quinta-feira (25 de junho) em Lisboa, com a presença do autor, que conversará com blogueiros sobre os seis meses de atividade de "O Caderno de Saramago". O Portal Sapo transmitirá o evento online com a participação de internautas. Basta entrar aqui às 18:30 (horário de Portugal) no dia 25.

O escritor português de 86 anos estreou o seu blog em setembro do ano passado com o texto "Palavras para uma cidade", uma carta de amor a Lisboa. Depois, vieram uma centena de opiniões, relatos bem-humorados ou cáusticos sobre a atual política internacional, onde não faltam - além do desafeto Berlusconi - os presidentes Barack Obama e Nicolas Sarkozy.

No blog da Fundação José Saramago, Pilar del Río, esposa do escritor, declara:

"O Caderno não é um livro de crônicas jornalísticas, é um livro de vida. Nele, Saramago conta, a cada dia, o que o motiva, o que o indigna ou o que lhe apetece. Comenta o minuto, mas também recupera uma declaração de amor a Lisboa. Fala dos seus autores preferidos, define com humor as calças sempre impecavelmente vincadas de Carlos Fuentes, mas também o universo turbulento dos turcos de Jorge Amado descobrindo a América.

Fala de Obama, sim, mas também de Bush, e do Papa, e de Garzón, e de Pessoa, e de Sigifredo López e de Rosa Parks. De tantos lutadores pacíficos que conseguiram mudar o mundo ou o estão tentando, embora haja quem prepare receitas para matar um homem ou para condená-lo à fome, à miséria, a um estado em que o ser humano acaba por desaparecer.

E Saramago emociona-se com gente, com amigos, com pormenores… São seis meses de vida em que o escritor conta com pinceladas que bem poderiam ser versos, faz reflexões na companhia de quem o lê, propõe e não se cansa. Seis meses de cartas inteligentes para leitores inteligentes, sem artifícios e com tudo o que tem para dizer."

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home