Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Sarney decide fechar Fundação Sarney


Do Blog do Josias

O presidente do Senado, José Sarney, decidiu fechar as portas da fundação que leva o seu nome, no Maranhão. A notícia ganhou as páginas da Folha. Está na coluna da repórter Mônica Bergamo.

Assentada no Convento das Mercês, Em São Luís, a Fundação José Sarney guarda o acervo da época em que seu fundador foi presidente do Brasil. Armazena também livros e papéis colecionados por Sarney ao longo de 50 anos de política. De resto, abriga um mausoléu onde o senador pretendia ser enterrado.

Por que vai fechar? Pendurada nas manchetes como ninho de irregularidades, a fundação já não encontra quem se disponha a financiá-la. Custa, segundo Sarney, algo como R$ 70 mil por mês. “Não temos mais dinheiro”, diz o senador.

"Sonhei um dia que o Brasil poderia ter uma grande biblioteca com documentos históricos de um ex-presidente. Mas eu estava errado".

Em tempo: O Ministério da Cultura deve uma resposta ao contribuinte brasileiro. Que fim levou a auditoria do patrocínio de R$ 1,3 milhão que a Petrobras borrifara nas arcas da Fundação Sarney?

E por falar em Sarney...


Palmério Dória, um dos jornalistas mais respeitados do país, conta os bastidores do surgimento, enriquecimento e tomada do poder regional pela família Sarney. Do Maranhão ao Senado, o livro mostra os cenários e histórias protagonizadas pelo patriarca que virou presidente da República por acidente, transformou o Maranhão no quintal de sua casa e beneficiou amigos e parentes.

Com 50 anos de vida pública, o político mais antigo em atividade no país enfrenta escândalos e a opinião pública. É a partir daí que o livro puxa o fio da meada, utilizando as ferramentas do bom jornalismo investigativo. Sempre com muito bom humor, o jornalista faz um retrato do Brasil na era Sarney, os mandos e desmandos do senador e seus filhos, no Maranhão e no Congresso Nacional.

Sinopse da Livraria da Folha.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home