Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Uma capa criminosa


Este jornal carioca que, muitos anos trás, diziam que se fosse torcido jorrava sangue, parece que está voltando à antiga forma, depois de passar uma longa temporada posando de publicação séria.

A prova disso é a primeira página da edição desta segunda-feira, que estampa duas fotos "comprometedoras" do jogador Adriano. Na primeira, ele aparece segurando uma metralhadora (ao lado de um amigo, também "armado"); na segunda foto, ele faz com as mãos o símbolo do Comando Vermelho (CV).

Muito bem. O agente do Imperador, Gilmar Rinaldi, em entrevista ao SporTV, deu a seguinte declaração:

No dia 6 de junho de 2007, sofremos tentativas de extorsão por causa destas fotos, que foram tiradas na casa do Adriano, na Itália, e fui na Polícia Federal, onde até hoje corre o processo no Rio de Janeiro. A arma que o Adriano segura é de paintball, não é de verdade. E a outra, dourada, que está com um amigo dele, é um abajur quebrado que ele tinha na Itália. (Nota do RA: A foto do abajur está no site do SporTV)

Mais de uma vez foram feitas tentativas de extorsão. Há alguns meses as fotos iriam ao ar no Fantástico, mas a TV Globo confirmou que as armas não eram de verdade. Depois tentaram vender as fotos para a Record. São pessoas que querem dinheiro e prejudicar o Adriano.


Diante desse crime jornalístico - induzir o leitor a acreditar que uma brincadeira entre amigos é prova de delinquência -, vem a pergunta que não quer calar: sofrerá O Dia algum castigo por essa colossal irresponsabilidade?

Para mim, a pena mínima deveria ser uma outra capa inteira de pedido de desculpas ao Adriano e, também, aos leitores que acreditaram nesse absurdo.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home