Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Lula ganha o troféu Algemas de Ouro 2012




Os vencedores do Troféu Algemas de Ouro 2012 foram o ex-presidente Lula (ouro), o ex-senador Demóstenes Torres (prata) e o governador do Rio, Sérgio Cabral (bronze).

Lula recebeu o prêmio por não saber do Mensalão, por ignorar o Rosegate e pelo conjunto da obra; Demóstenes Torres por fazer parte da Quadrilha Delta-Cachoeira, e Sergio Cabral por integrar a Gang do Guardanapo e ser amigo da Delta.

A festa de premiação foi realizada ontem (domingo, 20) durante o Grito de Carnaval do bloco Pega Ladrão, no Leblon.  Além das algemas, Lula recebeu um "checão" de R$ 153 milhões, valor desviado dos cofres públicos com o Mensalão, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF).

A escolha da personalidade mais corrupta de 2012 foi feita por meio de enquete no Facebook. Foram computados mais de 14 mil votos válidos pelo Movimento 31 de Julho contra a Corrupção e a Impunidade, que organizou o concurso. A votação começou em novembro e foi encerrada no dia 15 de janeiro.

A primeira edição do Troféu Algemas de Ouro, em 2011, foi vencida pelo senador José Sarney com 60% dos 7 mil votos. As Algemas de Prata ficaram com o ex-ministro José Dirceu. E as Algemas de Bronze ficaram com a deputada federal Jaqueline Roriz.

Editado e publicado no Resende Afora.

Marcadores:

Share

2 Comments:

At 22/1/13 12:21, Anonymous Anônimo said...

Os motivos que justificam ter colocado Sérgio cabral na votação não são suficientes. Ele não participa de nenhuma gangue e também não amigo da Delta e sim do Cavendish e se trata de sua vida particular.

 
At 3/2/13 21:39, Anonymous Anônimo said...

Então tá. A obra do Maracanã estava sendo feita pela Construtora Delta, assim como a retomada das obras de expansão da Rodovia dos Trabalhadores, aqui perto, em Volta Redonda. Não sei em que lapso temporal, creio após as denúncias de fraudes e corrupção através de repasses de verbas pela construtora, da qual o empresário Fernando Cavendish é ex-presidente, essas obras paralisaram. No caso do Maraca, outra assumiu e está terminando o serviço, mesmo que em cima do laço para a Copa das Confederações. Quem quiser refrescar a memória: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/fernando-cavendish/
Sobre o amigo (do Cabral) há o seguinte comentário, dentre muitos outros: "Fernando Cavendish esteve em Brasília e deixou claro a uma parlamentar: se for transformado em bode expiatório, revelará o esquema de laranjas que atende a todas as empreiteiras que negociam com o governo e que financiam políticos. O recado foi passado adiante, e a CPI decidiu não convocá-lo.".

 

Postar um comentário

<< Home