Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quinta-feira, 31 de agosto de 2006

Uma festa para a Dodô

Enviado por Lu Gastão (via e-mail)

Os artistas resendenses vão se apresentar no dia 17 de setembro, às 19h no Cine Vitória, num grande show beneficente de música e poesia em homenagem à Maria Dolores Sabadini Duarte, mais conhecida como Dodô, que esteve à frente, durante três décadas, de 1950 à 1980, do mais famoso point da época, o bar Atlântico, que funcionava na rua Cunha Ferreira, em baixo do Hotel Leme, e era chamado por todos de bar da Dodô.

Seu marido e paixão de toda a sua vida, Murilo, ficava no caixa enquanto Dodô fazia os petiscos. Ali se reuniam políticos, jornalistas, intelectuais e a boemia da época que varavam a madrugada tocando piano e tomando as famosas caipirinhas da casa. Lá era comum encontrar adversários políticos em plena confraternização em torno do irresistível bife acebolado da Dodô.

Não havia personalidade que passasse por Resende sem bater o ponto no bar Atlântico e deixar alguma mensagem no livro que ela guarda até hoje com assinatura de Jânio Quadros, João Goulart, Miro Teixeira, Sandra Cavalcanti, Martha Rocha, Emilinha Borba, entre outros.

Macedo Miranda e Frederico de Carvalho costumavam ficar horas filosofando no bar na década de 1950. Nesta época as moças não freqüentavam o local, não "ficava bem". Elas esperavam os namorados na calçada e eles saiam para falar com elas.

Na época de carnaval, quando o desfile era na Praça Oliveira Botelho, a concentração das Escolas ficava próximo ao bar da Dodô e os carnavalescos iam "esquentar os tamborins" no balcão do Atlântico. Zamba, Tadeu Rachid, Titã (que faleceu recentemente) e Zé Vidão, eram alguns dos freqüentadores assíduos, tocaram e cantaram muita bossa nova

O pessoal que trabalhava no jornal A Lira no final da década de 1970, Claudionor Rosa, Gustavo Praça, Celina Whately, Ricardo Bruno, entre outros, iam ao final da tarde para o bar da Dodô onde costumavam discutir as próximas matérias a serem feitas.

Para o show "Uma festa para a Dodô", no dia 17 de setembro, às 19h, vão se encontrar no Cine Vitória vários músicos daquela época - Zamba, Tadeu e Gustavo Praça, entre outros - e os de hoje - Dudu Arbex, Malu Rocha, Miguelzinho (acompanhado de Maurício Lage) e muitos outros que vão prestar uma justa homenagem àquela que deu tanta alegria aos resendenses.

Os ingressos - R$ 10,00 - podem ser encontrados na Casa da Cultura Macedo Miranda (com Celina ou Fernanda), Parada do Milho, Revistaria Agulhas Negras e na Casa Ponto Conforto. Toda a renda do show será destinada para o tratamento de saúde de Dodô.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home