Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

domingo, 1 de agosto de 2010

Bandido alemão ataca novamente na F1


No GP da Hungria, disputado hoje nos arredores de Budapeste, o bandido nº 1 da F1 - conhecido também como "Schumi do Galvão" - aprontou mais uma das suas conhecidas trapaças.

Faltando cinco voltas para o final da corrida (vencida por Mark Webber), o nosso grande e hilário Rubinho Barrichello partiu para a ultrapassagem em cima do ex-aposentado e ex-"companheiro" Michael Schumacher, que reagiu espremendo o brasileiro no muro.

Resultado: o desprezível bandido alemão foi punido com a perda de dez posições no grid da próxima corrida, que será disputada no final de agosto, na Bélgica.

Vale ressaltar, que a disputa em questão era pelo longinquo 10º lugar e não pela liderança da prova, posição que o amiguinho do Galvão Bueno não frequenta desde que voltou às pistas, depois de três anos parado.

O que prova, mais uma vez, que Schumacher só ganhou sete títulos mundiais porque, além de trapacear, sempre teve o melhor carro, a melhor equipe e, também, segundos-pilotos subalternos - como Massa e Barrichello - facilitando as coisas para ele nas pistas.

Depois da corrida, Rubinho chamou o alemão de "louco" e garantiu que nunca mais permitirá as suas ultrapassagens, como aconteceu ali mesmo na Hungria em 2002, quando ambos corriam pela Ferrari.

Pena que toda essa coragem tenha se manifestado somente agora, quando a chance de vitória para os dois veteranos é praticamente nula.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home