Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A imbatível Capital Mundial dos Apagões

Dando continuidade à série "Retrospectiva dos cinco anos do RA", vamos relembrar agora uma matéria postada no dia 20 de junho de 2008. Como se vê, de lá para cá, nada mudou.


Depois de mais de duas décadas entre as cidades com o maior número de blecautes do planeta, Resende foi eleita na noite de ontem - em Estocolmo, na Suécia - a Capital Mundial dos Apagões. Mesmo tendo sido destaque no último bloco do Jornal Nacional, a notícia só chegou à cidade fluminense uma hora depois, graças à ocorrência de mais um amplo apagão em horário nobre.

Para conquistar o honroso título de Capital Mundial dos Apagões, Resende desbancou a cidade de Makamba, no interior do Burundi, país africano considerado um dos mais pobres do planeta. Com uma população aproximada de 360 mil habitantes, Makamba mantinha o título de Capital Mundial dos Apagões desde 1997.

Em entrevista ao Jornal Nacional, o físico José Goldemberg - um dos ganhadores do prêmio Blue Planet Prize (concedido anualmente aos que lutam pela causa ambiental no mundo) - disse que Resende entra para a história como sendo uma das cidades que mais preservam energia através de apagões. "Enquanto o mundo todo desperdiça milhares de kilowatts em banhos quentes, computadores ligados e luzes acesas, Resende dá o exemplo reunindo as famílias em torno de velas e lampiões."

Hoje, no decorrer do dia, chegaram a Resende inúmeras mensagens enviadas por autoridades de todas as esferas governamentais. O presidente Lula lembrou que "nunca na história desse país, uma cidade de porte médio havia recebido tão importante reconhecimento internacional." Afirmou também que Resende poderá contar "amplamente" com recursos do PAC para manter o título de Capital Mundial dos Apagões por muitos e muitos anos.

Sobre as razões que levaram Resende a ganhar tão disputada eleição, o engenheiro americano Paul Darkness, presidente da entidade People with no Lights, esclareceu - ou melhor, escureceu - que em nenhuma outra cidade monitorada pelos juízes da competição havia ocorrido, até a data de ontem, apagões em noites de lua cheia, com céu claro, sem nuvens e nenhum vento. "Resende é, sem dúvida, um fenômeno raro, digno de um amplo e profundo estudo à luz de velas."

Quanto às autoridades locais, até agora ainda não foi divulgado se haverá alguma comemoração oficial pelo título. Enquanto isso, os orgulhosos cidadãos resendenses devem aproveitar as luzes brilhando para ler, ouvir música e perambular pela Grande Rede, mas sem esquecer do tradicional maço de velas ao alcance das mãos.

Republicado no Resende Afora.

Share

3 Comments:

At 23/2/11 11:42, Blogger Partido Verde - Resende - RJ said...

MT BOM... PARABÉNS!

 
At 23/2/11 11:53, Blogger Otacílio Rodrigues said...

Valeu, Fernando!

 
At 25/2/11 08:33, Blogger ASSOMAR said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 

Postar um comentário

<< Home