Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O primeiro Tim Maia a gente nunca esquece


Lançado em 1970, o disco de estréia do grande síndico tinha, entre outras, as seguintes músicas:

"Coroné Antônio Bento", "Eu amo você", "Primavera", "Azul da cor do mar", e "Cristina" (em duas versões).

Todas elas fazem parte da trilha sonora da minha adolescência e me acompanham até hoje nas rodas de violão no Triângulo Mineiro, durante as férias anuais.

Mas nunca tive o disco original, inteiro, com todas as músicas. Agora, com o lançamento da Coleção Tim Maia (Abril Coleções) pude, enfim, preencher essa lacuna na minha discoteca, que será abastecida também com os próximos dois números (Tim Maia 1971 e Tim Maia 1973).

Inexplicavelmente, a coleção deixou de fora o disco de 1972 e, com ele, uma das melhores músicas gravadas por Tim, a esquecida "Sofre", um blues arrasador que deveria constar em qualquer antologia do gênero. Confira aí embaixo:

Tim Maia - Sofre



Nesse disco de 1972, tinha também "Canário do reino", "O que me importa", "Lamento" e "Pelo amor de Deus", outras pérolas do repertório do síndico ignoradas em uma coleção que poderia muito bem ser definitiva.

PS: Acabei de comprar - na Revistaria Agulhas Negras - o segundo disco da coleção, Tim Maia 1971, que é, na minha opinião, o melhor de todos, com as clássicas "Não quero dinheiro (só quero amar)", "Salve Nossa Senhora", "Não vou ficar" e "Você".

Publicado no Resende Afora.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home