Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Pacificação no Rio ainda é realidade distante


Favela da Rocinha (Foto Veja)


Desde que foi ocupada por forças policiais após a prisão de Antônio Bonfim Lopes, o Nem, líder do tráfico de drogas na comunidade, a favela da Rocinha - zona sul do Rio de Janeiro - ainda continua registrando muitos casos de violência.

A inauguração da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha, que acontece na manhã desta quinta-feira (20), ocorre uma semana após o policial Diego Barbosa Henriques, 24, ter sido morto quando junto com três colegas fazia uma patrulha a pé numa área conhecida na comunidade como 199.

O registro de mortes e crimes em áreas ocupadas por forças policiais neste ano revelam uma realidade de pacificação ainda não tão definitiva. Neste sábado (15), um tiroteio entre policiais da UPP do Fallet Fogueteiro, centro do Rio, e traficantes do morro da Coroa, terminou com dois policiais feridos e a morte de um sargento do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

No dia 23 de julho, a policial militar Fabiana Aparecida de Souza, 30, foi morta por um tiro de fuzil que perfurou o colete à prova de bolas atingindo-a no abdômen. Ela trabalhava no contêiner sede da UPP Nova Brasília, localizada no complexo de favelas do Alemão, zona norte do Rio, e que havia sido inaugurado duas semanas antes.

Mas não são apenas os policiais que têm sido vitimas da criminalidade. No morro dos Macacos em Vila Isabel, zona norte do Rio, o comerciante Flávio Duarte, 40, foi assassinado no último dia 4 dentro da sua padaria. Dois dias depois seria a vez de seu amigo, Gilberto Paiva dos Santos, 54, ser morto em casa. A comunidade dos Macacos conta com uma UPP inaugurada desde novembro de 2010.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança do Rio, a UPP da Rocinha será a 28ª inaugurada desde dezembro de 2008, quando foi inaugurada a primeira unidade no morro do Santa Marta, em Botafogo, zona sul. A secretaria diz ainda que estão previstas mais 40 UPPs até 2014.

Editado e publicado no Resende Afora.

Marcadores:

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home