Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Lula deve desculpas a Collor

Do blog da Lucia Hippolito

O presidente Lula vem insistindo, e não é de hoje, que os culpados (nos casos do mensalão e do caixa 2 do PT) pagarão pelos seus erros (eufemismo de Lula para “crimes”) e que, aos inocentados, todos devem ter humildade (palavra usada por ele) para pedir desculpas públicas.

Muito bem, presidente. Assim é que age um homem de bem.

O presidente Lula pode dar o exemplo, puxando a fila, e o PT logo atrás, para pedir desculpas públicas a Fernando Collor de Mello. O ex-presidente Collor foi acusado por corrupção, com a participação ativa (ativíssima, eu diria) dos deputados do PT, Dirceu e Mercadante à frente, liderando a CPI do PC Farias.

Sofreu impeachment na Câmara dos Deputados, foi condenado pelo Senado Federal, perdeu a presidência da República e ficou inelegível por oito anos.

Cumpriu sua cassação e voltou ao Senado, eleito pelo povo de Alagoas.

Mas no Supremo... Ali a história foi diferente.

O processo seguiu o mesmo caminho dos 40 do mensalão: denúncia do Ministério Público, acolhimento da denúncia pelo Supremo, transformação de Collor em réu.

Mas o Supremo Tribunal Federal absolveu Fernando Collor por falta de provas.

Collor era inocente? Claro que não. Mas o Supremo não encontrou provas suficientemente robustas para condená-lo.

Fernando Collor foi inocentado pelo STF.

Por isso mesmo, Luiz Inácio Lula da Silva pode começar pedindo desculpas públicas a Fernando Collor de Mello.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home