Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

terça-feira, 18 de junho de 2013

Dilma finge que entendeu o recado das ruas


Esplanada dos Ministérios, Brasília, ontem à tarde (foto Folhapress)


Esta manhã, em depoimento na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que o governo da presidente Dilma ainda tenta entender as principais razões dos protestos que tomaram as ruas das maiores capitais do país.

Bobinho, esse Gilberto.

Mal terminou a manhã, e Dilma já havia entendido tudo. Em resumo, segundo ela, a mensagem das ruas é de repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público. Coisas que certamente não existem no governo dela - mas isso não foi dito.

E a péssima situação da saúde pública? E a pouca atenção com a educação? E a violência que assusta e mata país a fora impunemente? E a desigualdade social que não foi eliminada, nem poderia ter sido, pelo Bolsa Família e outros programas sociais do governo? Sim, e o preço das passagens de ônibus?

As ruas não gritam contra nada disso? Sequer murmuram? E se gritam esses são temas por acaso estranhos ao governo?

Dilma disse que o país acordou mais forte. Está certa.

A sociedade, de fato, acordou mais forte. Finalmente.

Não disse - nem poderia dizer - que os políticos e os governos - o dela, os estaduais e municipais - amanheceram mais fracos.

Publicado no Resende Afora.

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home