Já estão à venda os novos cartões-postais Resende de ORo

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Porque Dilma ainda não demitiu Lupi

Acabei de ler no Estadão que a "presidenta" foi uma das fundadoras do PDT no Rio Grande do Sul. Permaneceu no mesmo partido de Lupi durante alguns anos (não vou me dar ao trabalho de conferir na sua biografia o tempo exato) e depois ingressou no Partido dos Trabalhadores.

Portanto, sua relação com o PDT é histórica e ela resistirá o quanto for possível para preservar o partido e, consequentemente, o ainda ministro Carlos Lupi. O jornal cita também uma briga interna no PDT entre os que querem a demissão imediata de Lupi e os que defendem a sua permanência no ministério do Trabalho.

Para o Estadão, Dilma está com a ala contrária à saída de Lupi e fará de tudo para não dar o gostinho da vitória aos opositores, que querem ocupar a sua cadeira. Portanto, trata-se de uma briguinha política, do tipo "se fulano pensa que vai me vencer, tá muito enganado, quem manda aqui sou eu, nessa cadeira você não senta, etc, etc".

Não importa se o ainda ministro faz papel ridículo diante das câmeras, ora dizendo, ora desdizendo, ora ameaçando, ora se desculpando. O mais importante para a presidente é manter a fama de durona, que não recebe ordens de ninguém, muito menos da sua faxineira, a tal de Imprensa.

Mas vai chegar o dia em que o cheiro do lixo acumulado vai incomodar tanto os habitantes da Esplanada dos Ministérios, que Dilma não terá outra alternativa a não ser varrê-lo escada abaixo. E o pior é que quando ela, finalmente, fizer isso, muita gente vai dizer que com a presidente ninguém pode.

Publicado no Resende Afora.

Marcadores:

Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home